Nizan Guanaes é um dos nomes que compõem uma lista montada pela revista Fast Company com as 100 pessoas mais criativas do mundo dos negócios. Ele ocupa o 50º lugar. A publicação colocou mais dois brasileiros nesse ranking: Eike Batista, do Grupo EBX (58ª posição), e Oskar Metsavaht, da Osklen (no 73º posto).

O primeiro nome da lista da Fast Company é Wadah Khanfar, diretor geral da Al Jazeera. Na seleção de pessoas criativas estão, além de executivos de empresas do porte de Pepsico, Nike e BMW, representantes do cenário digital, como Jack Dorsey (Twitter e Square, em quarto lugar) e Marcos Weskamp (Flipboard), personalidades da mídia – Oprah Winfrey está duas posições abaixo de Arianna Huffington (Huffington Post Media Group), que é a décima colocada – e artistas como Conan O’Brien (o oitavo na lista), Tina Fey (39º lugar) e Tom Sachs (96º lugar) – confira a lista completa aqui www.fastcompany.com/most-creative-people/2011/full-list.

Estão na lista também empresas como Apple,Google, Microsoft, Facebook e Netflix, mas sem referências a seus principais comandantes. Há ainda instituições como a Universidade de Oregon (no caso, a área de futebol americano) e o MIT Media Lab. 

No setor da propaganda, fora o Grupo ABC, há mais um representante: a Wieden+Kennedy emplacou John Jay, diretor executivo global de criação, no 41º posto. Em relação ao publicitário brasileiro, a Fast Company diz assim: “se você não conhece Nizan Guanaes, logo conhecerá”.

De acordo com a revista, o brasileiro quer levar seu grupo a assumir a nona posição dentre as maiores agências de publicidade antes dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016 – a holding está em 19º lugar no Agency Report de Advertising Age.